• Redaction Radio ALFA
Samedi 19 Aout 2017
  Informations

Exonerado adjunto do secretário de Estado das Comunidades

Adjunto do secretário de Estado das Comunidades que aceitou viagem paga pela empresa Huawei exonerado. Código de Conduta do Governo proíbe a “aceitação de bens (prendas) de valor estimado igual ou superior a 150 euros”

Retour au début  Acessor "técnico":

Nuno de Almeida Barreto foi exonerado das funções enquanto adjunto do secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, confirmou ao Expresso o Ministério dos Negócios Estrangeiros MNE). Esta quinta-feira, o “especialista técnico” colocou o seu lugar à disposição.

“Tendo o Adjunto Nuno Miguel Jorge Barroso de Almeida Barreto hoje [quinta-feira] colocado o seu lugar à disposição do Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, foi o mesmo exonerado, nesta data, das suas funções”, lê-se no curto comunicado.

A saída de Nuno Barreto acontece depois de o Observador ter avançado com a notícia de que o adjunto tinha quebrado Código de Conduta, ao fazer “uma viagem à China em que a estadia foi paga pela empresa chinesa [Huawei] em janeiro de 2017”. Isto, já depois de ter sido aprovado o Código de Conduta do XXI Governo Constitucional.

O documento prevê que “os membros do Governo” se abstenham de “aceitar a oferta, a qualquer título, de pessoas singulares e coletivas privadas, nacionais ou estrangeiras, e de pessoas coletivas públicas estrangeiras, de bens, consumíveis ou duradouros, que possam condicionar a imparcialidade e a integridade do exercício das suas funções”.

Le: 11/08/2017 06:52:58
  D.Ribeiro

 Extrait(s) sonores trouvé(s)

Aucun extrait trouvé pour cet article